sábado, 15 de outubro de 2011

Uma Semente de Catedral

Memorial à entrada da zona urbana de Pacoti, Serra de Guaramiranga, CE


Memento Mori

.                       What will survive of us is love
.                                                                 [Larkin]


Na entrada de Pacoti,
à morte ergueu um mausoléu.

Foi ao amor, dizem outros.
Dá um arrepio na alma

ver aquele pré-túmulo branco
a querer ser gótico

entre os bambus da serra.
Para marcar o lugar

em que ela morreu de repente,
o marido lhe ergueu

uma semente de catedral.
Como possível fosse

eternizar o plano fato
de que a hora dela chegou

no esplendor do viço serrano.
Hoje não se morre mais

de repente ou se guarda o lugar
da morte na paisagem.

De repente é passo de tartaruga
nos expedientes de agora, e ir

do regime lamelar ao vorticoso,
voltar de novo ao lamelar.

Mas, de noite, outros peregrinos
assombram o semi-templo

com seus cigarros aromáticos,
gírias, juras, palavras dadas,

velhas senhas de namorados.
Fique a dor do viúvo à gaveta

no segundo plano da noite,
esse imperativo de ser feliz.


* * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário